Pérolas da Parashá da Semana

DVAR TORÁ - Parashat Vayikra

A Torá na Parasha da semana da os detalhes e os procedimentos de certos korbanot (sacrificios). Em uma variedade de circunstâncias - ofertas diárias e ocasionais eram trazidas em momentos especificados, ofertas de graças que demonstram nosso apreço pela graça de D'us, e oferendas pelo pecado para expiar por várias transgressões - somos instruídos a matá-los e oferecê-los como "presentes" o todo-poderoso.

Por que D-s queria que tomássemos as criaturas que Ele escolheu para criá-las e depois destruí-las? Por que é esta a forma prescrita do Serviço Divino para uma tal variedade de ocasiões e circunstâncias?

O grande sabio e cabalista Maharal explica que o propósito de korbanot é nos ajudar a manter a perspectiva apropriada de quem D'us é e como ele se relaciona com o mundo. Em sua infinidade, D'us está além de toda a fisicalidade. Quando as criaturas morrem, elas retornam ao reino da existência que é removido do físico, elas retornam à sua essência espiritual, reconectando com Ele. Tudo no Universo é comparativamente nada em relação a Ele. Quando os korbanot são trazidos, há o reconhecimento que esta criatura, de fato toda a criação, é temporaria e está retornando eventualmente a sua fonte.

Rabino Eliyahu Dessler em seus livros explica que o propósito deste mundo é revelar a glória de D'us. Sua bondade, misericórdia e justiça se manifestam em todo o comprimento e largura de nossas vidas. Nós facilitamos sua revelação através de nossa emulação de seus traços. Mas há uma revelação mais elevada que transcende estes; A revelação de que toda a criação é praticamente nada relativo a ele. A expressão mais convincente de que tudo no mundo é nulo e sem efeito, vis-à-vis de D'us, é sacrificar-se. Mas D'us não quer isso; É contrário ao papel do homem no mundo. O homem recebeu o dom do livre-arbítrio; Através das escolhas que ele faz, ele auxilia na revelação da presença de D'us. Matá-lo elimina todas as revelações em potencial, que só podem ser feitas por ele. Em contraste, toda a finalidade dos animais deve ser usada pela humanidade para nos ajudar na revelação da grandeza de D'us. Nós oferecemos korbanot nestas várias ocasiões para nos lembrar quem somos e qual é o nosso papel único neste mundo.

Pesach, nossos sábios nos ensinam, é a festa da liberdade, que implora a pergunta: Liberdade para realizar o quê? Que possamos todos durante a festa lembrar do nosso papel neste mundo.

Shabat Shalom !
Rabino Shai Stauber


Sexta, 22/12
Acendimento
das velas: 19:18

Shabat, 23/12
Término: 20:19
Shacharit

Seg à Sex às 7h
Sábado às 9h -
Kidush especial às 12h
Domingo às 8h15

Minchá

Seg à Sex e Dom às 19h25

Sábados às 19h00

Aula de Guemara com Rabino Shai aos Sábados: 18h30
seguido de Seudát Shlichit com aula de Torá.

Arvit

Sempre depois da aula de Torá do Rabino Stauber, que ocorre logo após Minchá.
SINAGOGA DE COPACABANA - KEHILAT YAACOV
Rua Capelão Álvares da Silva, 15 - Copacabana - Rio de Janeiro - RJ Tels: (21) 2255-0191 / 2235-6247